A Mentalidade de Resolução de Problemas

 

WhatsApp Image 2020-05-19 at 18.26.54

Para todo problema existe uma solução. Mas como lidar com esta situação que atravessamos atualmente? Parece uma cascata de dificuldades, pois envolve saúde, finanças, negócios, estudos, enfim… uma crise geral na humanidade.

Nesse momento eu tenho duas alternativas: reclamar ou agir. Posso escolher reclamar e passar meu tempo resmungando e de mal humor ou posso escolher encontrar uma solução para os problemas.

As crises fogem do nosso controle, mas como podemos resolver isso? A vida tem que continuar e tentamos a todo custo uma versão online das nossas vidas, outrora presencial. Eu posso não concordar com isso, posso não aceitar as aulas online, mas, neste momento, é o que podemos ter e oferecer, portanto, de que adianta ficarmos mal humorados? Eu não posso determinar que o mundo mude, isso é um sofrimento, pura ilusão.

Uma expectativa muito particular vai lhe causar frustração. A capacidade de adaptação é inata ao ser humano e todos podemos nos esforçar para buscar recursos e estratégias para vivermos bem nesse momento. O mundo mudou e o Coronavírus trouxe isso, quer você goste ou não, quer você queira ou não!

Estamos todos aprendendo e fazendo, um pouco por dia. O hoje é diferente do ontem e o amanhã? Quem sabe? E as pessoas que são extremamente organizadas e planejam tudo com muita antecedência? Já pensou a ansiedade que vivem hoje? 

Vivemos um dia de cada vez, acordamos para aceitar cada dia como um, e já não é possível planejar como antes, mas podemos encarar de forma diferente e pensar em resolver o que virá! 

O sofrimento é uma escolha voluntária, então você pode dizer: - "Eu não gosto disso" ou "Eu não quero isso"!, mas não levará a nada além de autofrustração e desequilíbrio emocional. A vida não é dor! O sofrimento é opcional! Sentir as emoções negativas é necessário, mas é importante aceitar e trabalhar essas emoções para que a  revolta se solucione. Eu também posso aprender muito com tudo isso que está fora do meu controle. 

Sair do desespero e da irracionalidade é necessário. A rotina nos ajudará a manter o controle da nossa mente, dormindo nos horários normais, etc. Além disso, uma boa iniciativa é criar hábitos de autonomia e responsabilidade nas crianças, sem que alguém precise a toda hora ficar atrás delas lembrando dos seus compromissos, já que em casa não há o sinal da escola para avisar o intervalo ou a hora do almoço.

 Portanto vamos fazer o possível para manter a mesma rotina dentro dessa nova realidade, como por exemplo, é aconselhável acordar e dormir no mesmo horário, assim quando voltarmos ao normal será mais tranquilo o retorno.

 A disciplina é irmã da saúde mental. Lembre-se de que não estamos em férias, estamos em confinamento social e por esse motivo nossas aulas precisam acontecer de maneira diferente, contra a nossa vontade também. Para a vida de nossos alunos e a sua ficar melhor, a nossa mentalidade de resolução de problemas precisou ser ativada para levarmos à todos, nosso acolhimento e empatia. Sabemos que isso não vai durar a eternidade, então vamos fazer o possível para resolvermos os problemas que aparecerem, sem esgotar toda a capacidade de equilíbrio da família.

O mundo não se adapta a nós...O coletivo não se adapta a nós… Nós é que precisamos nos adaptar ao mundo!

A mentalidade de resolução de problemas torna a mente flexível para viver e se adaptar, ser criativo e encontrar recursos para a resolução dos problemas. O mundo nos mostra exatamente isso, a necessidade dessa mentalidade! 

É preciso seguir 3 simples passos:

 1- Identifique o problema 

 2-Procure encontrar possíveis soluções  

3- Mentalize as soluções e vá para a ação. Se falhar, tente novamente outras alternativas.  Olha a necessidade da persistência por aqui! 

Você vai se lembrar dessa época como um momento de caos, medo do futuro, briga política, pandemia, problemas na saúde e economia, mas seus filhos só vão se lembrar de você em casa, das refeições em família, dos banhos demorados, das mensagens, das histórias, dos shows que vocês fizeram na sala, de cozinhar com vocês, das brincadeiras inventadas,  dos filmes que assistiram juntos, das conversas que tiveram, das descobertas que fizeram um do outro! 

Estamos em casa para salvar o mundo, o futuro para a próxima geração e construir memórias afetivas. 

 

Abraços de Girafa!

Ana Cláudia Favano

Psicóloga, Pedagoga e Educadora Parental

Gestora da Escola internacional de Alphaville

 

Tópicos ESCOLA BILÍNGUE, ALPHAVILLE, EDUCAÇÃO INFANTIL

Picture of Ana Cláudia Favano
Ana Cláudia Favano
Gestora da Escola Internacional de Alphaville. Psicóloga, Pedagoga, Educadora Parental pela PDA/USA. Atuação em Psicologia da Moralidade, Especialista em Psicologia Positiva, Ciência do Bem-Estar e Autorrealização, Educação Emocional Positiva e Convivência Etica. Dedicada à leitura, interessada por questões políticas, mobilizada grande parte de sua energia para contribuir com a formação de gerações comprometidas e responsáveis.